O que você procura?

Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Banco Central orientam consumidores sobre as alternativas de pagamento do cartão de crédito

 

Brasília, 15/12/17 - Uma parceria entre a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJ) e o Banco Central do Brasil (BC) resultou em um curto vídeo que orienta consumidores sobre as alternativas de pagamento do cartão de crédito. A proposta é que o consumidor prefira pagar tudo e fuja das armadilhas do parcelamento.

São três as alternativas de pagamento e a melhor, de acordo com o vídeo, é fazer o pagamento integral da fatura no dia do vencimento do mês. Só assim não haverá cobrança de encargos financeiros, como juros e IOF (imposto que incidente sobre as operações financeiras).

A segunda alternativa, que é o pagamento de um valor qualquer entre o mínimo e o valor total da fatura, é desaconselhável. Numa fatura de R$ 1 mil, por exemplo, o valor mínimo é R$ 150,00, ou 15% do total.  Sobre os R$ 850 restantes vão incidir juros do crédito rotativo, uma das modalidades de financiamento mais caras do país, mais o IOF. 

O parcelamento da fatura, que aparece como terceira alternativa, também não é recomendável, mesmo que a qualquer momento possa ser livremente negociado entre as partes, por iniciativa do cliente. Nesse caso, se o cliente não pagar a nova fatura até o dia do vencimento, ficará inadimplente, se sujeitará ao pagamento de 2% de multa, mais juros moratórios, juros normais e IOF, correndo ainda o risco de ter o cartão bloqueado.     

O vídeo é uma síntese das aulas do curso de educação bancária “É da sua conta”, viabilizado pela parceria e lançado em julho no formato audiovisual. As vídeo-aulas prestam informações e esclarecimentos sobre temas que dizem respeito às relações de consumo entre consumidores e instituições bancárias.

Além de discorrer sobre os canais de atendimento, as vídeo-aulas tratam de assuntos como cartão de crédito, operações de crédito, portabilidade da conta, conta-salário, pacotes de serviços, tarifas e cartão pré-pago.

A versão sintética selecionou os principais trechos para orientar o consumidor que tem queixa sobre sua conta.  A subscrição de uma conta bancária, para movimentação de salário, negócios, investimentos ou simplesmente guardar dinheiro, é um dos serviços bancários de maior alcance no país.

Para assistir ao vídeo acesse:

https://www.facebook.com/bancocentraldobrasil/videos/510629165987357/.

Veja também:

 http://cidadaniafinanceira.bcb.gov.br/edasuaconta/

 

 

 

Redes Sociais

Política de Privacidade e Uso

Search