O que você procura?

É importante que os consumidores levem em consideração outras informações das plataformas de compra on-line, não apenas o preço.

Brasília, 09/08/2018 - O Dia dos Pais está chegando e, com ele, é grande a procura por presentes. Essa data tem grande apelo junto aos consumidores, aquece o comércio formal e informal de produtos, estimula a economia mas, infelizmente, aumenta a possibilidade de fraudes, principalmente em compras feitas pela internet.

Segundo a diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Ana Carolina Caram, é importante que os consumidores levem em consideração outras informações das plataformas de compra on-line, não apenas o preço. “O consumidor deve ficar atento se aquele site tem uma boa conduta dentro do mercado de consumo”, alerta. “É importante também que o consumidor busque informações nos órgãos de defesa do consumidor, que divulgam listas de sites que cometem fraudes”, acrescenta Caram.

Outro conselho dado pela diretora do DPDC é o de que os consumidores se assegurem de obter informações básicas sobre os vendedores. “Verifiquem se, em cima da tela de compra, no browser, há o cadeado indicando que é um site seguro, se o CNPJ do fornecedor está disponível, assim como o nome real e o endereço físico do vendedor, para que, caso o consumidor seja lesado, tenha como encontrar esse fornecedor”.

Ana Caram lembra, ainda, sobre o direito de arrependimento, previsto no Código de Defesa do Consumidor. “Quando o consumidor comprar um produto pela internet e aquele produto chegar à sua residência, ele tem um prazo de sete dias para desistir daquela mercadoria e devolvê-la ao fornecedor sem que seja cobrada nenhuma tarifa”.

É importante que os consumidores façam uma pesquisa de preços, buscando uma boa opção tanto para quem compra como para quem ganha o presente. Outro ponto importante é não comprar por impulso e evitar endividamento excessivo na aquisição de qualquer presente.

Redes Sociais

Política de Privacidade e Uso

Search