O que você procura?

As orientações estão na 41ª edição do Boletim Consumo e Saúde, elaborada pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

 

Brasília, 06/01/16 – A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançaram, nesta quarta-feira (6), a 41ª edição do Boletim Consumo e Saúde, que detalha os cuidados na escolha e no uso de repelentes, em um momento em que todo o país enfrenta epidemias das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O objetivo do boletim é orientar os consumidores sobre o uso adequado e seguro de repelentes eficazes em afastar o mosquito e evitar picadas. A utilização correta contribui na prevenção da disseminação das doenças transmitidas pelo mosquito vetor. 

O mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, do zica vírus e da febre chikungunya. De acordo com o primeiro informe epidemiológico de 2016 do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (5), são 3.174 casos suspeitos de microcefalia em recém-nascidos relacionados ao vírus Zika em 21 entes da Federação. 

O boletim da Senacon e da Anvisa informa sobre as substâncias consideradas eficazes e sobre o uso correto por mulheres grávidas e crianças. Além disso, alerta a população sobre a oferta de produtos comercializados que não possuem comprovação de eficácia nem aprovação da Anvisa e que, por isso, representam risco à segurança dos consumidores no combate às doenças ao indicar indevidamente propriedades repelentes de insetos, podendo inclusive seus fornecedores sofrerem penalidades cabíveis. 

A consulta de cosméticos e saneantes repelentes regularizados pode ser feita pelo telefone 0800-642-9782 ou pelo site da Anvisa, indicados no boletim. 

O Código de Defesa do Consumidor estabelece que todo produto deve conter informações claras e precisas sobre o uso adequado e sobre os riscos que apresenta e também proíbe a comercialização de produtos em desacordo com normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes, como é a Anvisa. 

Mais informações podem ser obtidas na Central de Atendimento da Anvisa pelo telefone 0800 642 9782 e pelo Disque Saúde no 136. Orientações podem ser solicitadas pelo Disque-Intoxicação no 0800 722 6001. 

Veja aqui o 41º Boletim Consumo e Saúde.

 

ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPG

Redes Sociais

Política de Privacidade e Uso

Search